Prof. Dr. Antônio Jackson de Souza Brandão
 
 
Sintaxe
 
 

Orações subordinadas adverbiais

 

1. Empregando uma das palavras do quadro, indique a   circunstância expressa pela oração adverbial destacada.

            

                                     condição     comparação    tempo    finalidade

 

a)       “Desde que acordara, nessa manhã, uma inquietação surda recomeçava a pesar-me na alma. “(Eça de Queirós)

 

b)      “Subi a escada. A escuridão era tão viscosa, que, se eu estendesse a mão, poderia senti-la amoitada como um bicho por entre os degraus.” (Lygia F. Telles)

 

c)       “Pouco a pouco esta certeza ergueu-se, petrificou-se na minha alma e, como uma coluna num descampado, dominou toda a minha vida interior. (Eça de Queirós)

 

 d)    Muitos candidatos fazem promessas irrealizáveis, a fim de obter o voto dos eleitores mais ingênuos e desinformados.

 

 e)   Viajaremos para a praia no dia 20 e, estando bom o tempo, ficaremos até o final do mês.

 

2.      Faça como no exercício anterior.

 

            Causa     consequência   proporção     conformidade      concessão

 

a)       Os olhos do sertanejo iam ficando mais tristes, à medida que a água açude ia minguando com a longa estiagem.

 

 b)       A inflação deste mês foi menor que a do mês passado, como já havia, previsto os analistas econômicos.

 

c)       Já que a decisão foi tomada, podemos encerrar a reunião.

 

d)       Ele seria incapaz de nos criticar, ainda que estivéssemos errados.

 

e)       “Se, aos quinze anos de idade, agia assim, aos trinta estaria tão cheia de tabus que ficaria insuportável.” (Duílio Gomes)

 

f)       Viajamos para a praia no dia 20 e, estando bom o tempo, ficamos lá até ontem.

 

g)       “Meu Deus, a vida dessa gente é só comer. Sempre volto pra casa com um monte de quilos a mais, mesmo andando a cavalo / e correndo atrás dos gansos, depois tenho de enfrentar regime duro.” (Duílio Gomes)

 

3.     De acordo com o exemplo, complete a frase que explica a relação de sentido entre a oração principal e a subordinada adverbial de cada período

 

 

Ele dará uma entrevista / para que não restem dúvidas sobre o assunto.,

           oração principal                             or. subord. adverbial

 

         ·    A subordinada expressa a (finalidade)  do fato apresentado na principal.

 

 

a) Se chover bem durante este mês, / a colheita certamente será muito boa.

                     or. subord. adverbial                             oração principal

 

     ·  A subordinada expressa a (  ) de ocorrência do fato apresentado n principal.

 

 

 b) A colheita certamente será muito boa, / porque choveu bem este mês

                             oração principal                             or. subord. adverbial

 

·   A subordinada expressa a (  ) do fato apresentado na principal.

 

c) As chuvas foram tão regulares este mês, / que a colheita será muito boa.

                              oração principal                             or. subord. adverbial

 

·   A subordinada expressa a (  )do fato apresentado na principal.

 

d) A expectativa de uma boa colheita cresce,/ à medida que o tempo passa.

                              oração principal                                 or. subord. adverbial

 

·   Estabelece-se uma (  ) entre o fato expresso na subordinada e o expres­so na principal.

 

    e)  Mesmo que não chova mais este mês,/a colheita será muito boa.

                         or. subord. adverbial                           oração principal

 

   ·  A subordinada expressa uma (  ) em relação ao fato apresentado na principal.

 

 

 

4.     Reúna os pares de orações a seguir em um período composto, de modo a estabelecer entre elas a relação de sentido indicada em cada caso. Flexione os verbos no tempo adequado e faça as alterações necessárias.

 

a) O velho barco “voltar” ao cais. O mar “estar” muito perigoso.

·  Relação de causa.

 

b) O velho barco “voltar” ao cais. O motor do velho barco “começar” a falhar.

·  Relação de condição.

 

c) O velho barco “voltar” ao cais. A maré “subir”.

·  Relação de proporção.

 

d)   O velho barco “voltar” ao cais. O comandante do velho barco “infor­mar” previamente.

·  Relação de conformidade.

 

e) O velho barco “voltar” ao cais. A tempestade se “anunciar” no horizonte.

·  Relação de tempo.

 

f)    O velho barco “prosseguir” a viagem. A tempestade se “anunciar” no horizonte.

·  Relação de concessão.

 

 

5.     Considere as conjunções em destaque nos períodos:

 

 

     I. Somente duas equipes se classificarão, como prevê o regulamento.

    II. Como havia faltado às aulas, não sabia que a prova fora adiada.

     III.   O arrogante gerente agia como se fosse o dono da empresa.

     IV.  O arrogante gerente agia como se fosse o dono da empresa.

     V.   Ninguém sabe se eles ainda moram em Goiânia.

 

 

Elas se classificam, respectivamente, como:

 

       a)    causal, conformativa, condicional, comparativa, integrante. comparativa, causal,

       b)    conformativa, integrante, condicional. conformativa, causal, comparativa, integrante,

       c)    condicional. conformativa, causal, comparativa, condicional, integrante.

       d)    comparativa, conformativa, comparativa, condicional, condicional.

 

 

              6. Associe as conjunções em destaque uma das classificações abaixo.

                                     

                                      condicional                    temporal                    causal

 

a)    Desde que ele se mudou para a Europa, seus filhos vivem com os avos,.

b)    Nós lhe perdoaremos, desde que você nos peça desculpas.

 

c)    Desde que o documento é falso, é melhor entregá-lo à polícia.

 

d)    Ele não será cobrado judicialmente, uma vez que pague a dívida.

 

e)    Ele não será cobrado judicialmente, uma vez que pagou a dívida.

 

 

7.    Considere estas duas orações:

 

I.   A madrugada foi muito fria.

II.  A superfície do lago congelou.

 

  

      a)    Fazendo as adaptações necessárias, reúna-as de tal maneira que a oração I seja uma oração adverbial causal e a oração II seja a principal.

 

     b)    Reúna-as novamente, de tal maneira que I seja a oração principal e II seja uma adverbial consecutiva.

 

 

     8.    A relação de sentido que se estabelece entre uma oração adverbial concessiva e sua oração principal explicita uma particularidade (uma concessão) de um fato e, ao mesmo tempo, subentende a regra geral relativa esse lato. Veja este exemplo:

              Embora estivesse chovendo muito, ele resolveu passear pela cidade.

 

       ·         Idéias explícitas        Estava chovendo muito.

                                                 Ele foi passear pela cidade.

 

        ·         Regra geral (implícita): Geralmente, quando o dia está mui­to chuvoso, as pessoas não saem a passeio.

 

De acordo com esse exemplo, identifique a regra geral implícita em cada período a seguir.

 

         a)    Às vezes, ficamos meses sem nos comunicar, apesar de sermos muito amigos.

         b)    Felipe é muito preocupado com o futuro, ainda que seja extremamente jovem.

 

          c)    Mesmo sendo um dos melhores jogadores do pais, o atacante não foi convocado para a seleção.

 

 

             9.       Leia este trecho de texto:

 

              Dos dinossauros só sobraram os ossos. Os ani­mais mais poderosos a andar sobre a nossa terra de­sapareceram. Força e tamanho lhes foram inúteis. Se tivéssemos sido seus contemporâneos, não teríamos sus­peitado que um fim tão abrupto os aguardava. Porque tam­bém nós compartilhamos da crença de que os maiores e mais fortes sobreviverão.

              Mas a verdade é bem diferente. As lagartixas, parentas sub-desenvolvidas dos dinossauros, escaparam ilesas e assistiram, solenes, aos funerais dos primos fortes. Sobreviveram não a despeito de serem pequenas e frágeis, mas porque são pe­quenas e frágeis. Como refeição bastam-lhes umas poucas moscas e a vida continua. Com os dinossauros as coisas eram diferentes. Bocas enormes, estômagos descomunais [...]’”

                                                             (Rubem Alves. A gestação do futuro. Campinas, Papirus,1986.)

 

 

       a)  Segundo o texto, em que condição não suspeitaríamos que os dinossauros se extinguiriam repentinamente?

 

         b)  Classifique a oração que serve de resposta ao item anterior.

 

        c)    No terceiro parágrafo, ao explicar a sobrevivência da lagartixas, o autor emprega uma expressão concessiva: “a despeito de”. Com isso, ele dei­xa claro que, em principio, era de se esperar que ocorresse um outro fato com as lagartixas. Qual? Por quê?

 

         d)    Transcreva e classifique a oração que expressa o motivo da sobrevivên­cia das lagartixas.

 

 

         10.    Leia este trecho de uma crônica sobre a morte de um canário:

 

 

                       As pessoas da casa não quiseram aproximar-se do cadáver. Coube à cozinheira recolher a gaiola, para que sua vista não despertasse saudade e remorso em ninguém. Não haven­do jardim para sepultar o corpo, depositou-o na lata de lixo.

 

(Carlos Drummond de Andrade. Poesia e prosa. Rio de Janeiro, Nova Aguilar, 1988)

 

  

     a)    As orações “para que sua vista não despertasse saudade e remorso em ninguém” e “para sepultar o corpo” exprimem a mesma circunstância, mas aparecem sob formas diferentes. justifique essas afirmações.

 

      b)    No terceiro período, o verbo havendo faz parte de uma oração adver­bial reduzida. Transcreva-a e classifique-a integralmente.

 

     c)    O termo “as pessoas da casa” e a oração reduzida “recolher a gaiola” exercem, nos períodos em que ocorrem, a mesma função sintática. Qual é essa  função?

 

 

              11.      Leia este trecho de uma crônica:

 

                          Desde que minha mulher e os meus filhos passem me­lhor de cama, mesa e roupas, a humanidade ganha. Ganha, porque, sendo eles parcelas da humanidade, a sua situação melhorando, essa melhoria reflete sobre o todo de que fazem parte.

                                      Lima Barreto. Crônicas escolhidas. São Paulo, Ática, 1995.

 

 

     a)    Se, no primeiro período, trocarmos que por quando e empregarmos os verbos no passado, o sentido da frase sofrerá alteração? Explique.

 

   b)  No segundo período, há duas orações reduzidas de gerúndio. Trans­creva-as e indique a circunstância que cada uma delas exprime.

 

 

             12.     Leia o período a seguir e observe que o emprego excessivo de conectivos torna-o estilisticamente mal redigido.

 

      Assim que eu voltar da viagem, aguardarei que você me telefone para que discutamos as alterações contratuais que o proprietário do imóvel exigiu.

 

      a)    Classifique os conectivos em destaque.

 

       b)    Fazendo simultaneamente todas as alterações abaixo, reescreva o período.

  ·         passe a primeira oração para a forma reduzida;

  ·         troque a oração substantiva por um termo de sentido equivalente;

  ·         passe a terceira oração para a forma reduzida;

 ·         passe a oração adjetiva para a forma reduzida.

 

        13.    Considere estes períodos:

 

               I.                  Nas provas, os professores propunham questões tão difíceis que os alunos mais fracos pediam transferên­cia para outras escolas.

 

               II.                 Nas provas, os professores propunham questões difí­ceis para que os alunos mais fracos pedissem transfe­rência para outras escolas.

 

       a)       Identifique as orações subordinadas adverbiais presentes nesses dois períodos e indique as circunstâncias que elas exprimem.

 

        b)       Em qual dos dois períodos fica evidente a intenção dos professores de provocar a saída dos alunos mais fracos? Explique.

 

       

        14.    Explique a diferença de sentido entre:

 

                                 I.                  Falam tanto, que ela não estuda.

                                 II.                 Falam tanto que ela não estuda.

 

       

         15.    Imagine que o técnico de um time de futebol esteja sendo muito criticado pela torcida, por causa da maneira como ele vem dirigindo o time. Imagine ainda que, a respeito desse fato, ele emita uma destas duas opiniões:

 

                  I.                  Quando o time conquistar o campeonato, a torcida voltará a me apoiar.

                  II.                 Se o time conquistar o campeonato, a torcida voltará a me apoiar.

 

 

        a)      Que circunstâncias exprimem as orações adverbiais presentes nesses dois períodos?

 

      b)      Em qual dos dois casos o técnico revela-se mais confiante em relação ao futuro do time? Justifique.

 

 

         16.    Certa ocasião, uma economista foi convidada pelo então presidente da República para assumir o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Co­mércio Exterior. Solicitado a opinar a respeito da nova ministra, um empresário fez a seguinte declaração:

 

Apesar de ser mulher, ela é muito competente.

 

Essa opinião do empresário é preconceituosa e machista? Explique.

 

 

17.      Considere este título de reportagem de jornal:

 

                         Homens dizem que só pensariam em sexo se fossem muIheres.

 

 A ordenação sintática inadequada dessa frase possibilita entender que, segundo os homens:

 

          1.  Eles não pensam em sexo; caso tossem mulheres, pensariam.

      2.  Se eles fossem mulheres, sexo seria a única coisa em que pensariam. Em relação a essa frase, taça o seguinte:

 

     a)  Alterando apenas o posicionamento da oração adverbial, reescreva o período de modo que claro o sentido 1.

 

     b)  Faça o mesmo, de modo que fique claro o sentido 2.

 

     c)  Alterando apenas a posição da palavra , obtenha o sentido 1

 

     d) Faça o mesmo para obter o sentido 2.

 

 

             18.          Leia este trecho de notícia:

 

                 A escalada da violência, como acontece a cada eleição, voltou a ser tema das campanhas dos governos estaduais.

Veja, 23.9.1998

 

 

    a) Identifique a oração subordinada adverbial e indique a circunstância que ela exprime.

 

    b) O posicionamento inadequado da oração adverbial gera, nesse período, um problema de sentido. Explique qual é esse problema.

 

    c) Reescreva o período alterando-lhe a organização sintática, de modo a eliminar o problema referido em b.

     

     19. Por ocasião de uma das visitas do papa João Paulo II ao Brasil, um jornal publicou a seguinte notícia:

 

            Três “moscas” da PF fazem a segurança de João Paulo 2º

 

              Três “moscas” vão fazer a segurança particular do papa João Paulo 2º. São agentes da Polícia Federal (PF), que receberam o apelido porque vão ficar “grudados” no papa.[...]

             Os “moscas” integram o chamado primeiro “círculo” de segurança, aquele que protege o papa de qualquer tentativa de atentado. O segundo protege os convidados e terceiro fica a uma distância considerada mínima para tentar acertar o papa com qualquer objeto. Agentes espalhados na multidão fazem o quarto “círculo”.

Folha de S. Paulo, 12/10/1991.

 

             No segundo parágrafo há uma oração subordinada que, tal como se apresenta, gera um sentido absurdo.

 

    a)    Transcreva essa oração e classifique-a.

 

   b)    Baseando-se na resposta anterior, explique a interpretação absurda que se pode dar a essa passagem.

 

    c)    Fazendo as alterações necessárias, reescreva o trecho problemático, de modo a estabelecer unia relação lógica de sentido com o restante da notícia.

 

 

20.          Considere a oração reduzida de gerúndio em destaque:

 

                  O pesquisador encontrou uma árvore rara caminhando na mata.

 

    a)    A estruturação sintática desse período não está adequada, pois pode induzir a uma interpretação absurda. Qual seria essa interpretação?

 

    b)    Desenvolva a oração reduzida, de maneira a ficar claro o sentido ab­surdo.

 

    c)    Desenvolva novamente a oração reduzida, de maneira a ficar claro o sentido lógico.

 

   d) No período dado, a simples mudança do posicionamento da oração reduzida resolveria o problema? Justifique.

 

 

21.          Leia esta notícia de jornal:

 

 

Gullit tentou vender desafeto, diz Mirror

 

O ex-treinador do Newcastle, Ruud Gullit, tentou negociar o atacante Allan Shearer com o Barcelona por US$ 24 milhões em janeiro. Gullit se demitiu no sábado por não suportar as pressões por colocar Shearer, capi­tão da seleção inglesa, no banco de reservas.

Folha de S. Paulo, 30/8/1999.

 

 

   a)   Empregando três períodos simples, reconstitua a ordem cronológica dos fatos referidos no segundo período do texto.

 

    b)    As duas orações reduzidas que aparecem no segundo período expri­mem o mesmo tipo de circunstância? Justifique.

 

    c)   Se a palavra por, em sua terceira ocorrência, fosse substituída por para, a oração em que ela ocorre continuaria exprimindo a mesma circunstância? Justifique.

 

       A partir dele, assinale a alternativa INCORRETA.

 

 

a)    Ela (verso 7) recupera a palavra regência (verso 4).

b)    O sujeito de acharam (verso 10) - implícito na desinência verbal - é,  no contexto, eles.

c)    Sob o ponto de vista do significado, o sujeito de era (verso 1) é idêntico ao sujeito de tinha verso 3) e de casou (verso 4).

d)    O pronome “o” (verso 12) - objeto direto - sob o ponto de vista do significado, é igual ao sujeito de foi   (verso 5) - implícito na desinência verbal.

e)    O termo “com um objeto direto” (verso 12) desempenha função sintática de adjunto adverbial.

 

 

hiddenpic hiddenpic hiddenpichiddenpic hiddenpic hiddenpic hiddenpic hiddenpic hiddenpic hiddenpic hiddenpic