Gramática

 

 

Prof. Antônio Jackson de  Souza Brandão

 

Orações subordinadas

 

substantivas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

            

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

  1. 1. Permute o substantivo grifado por uma oração substantiva, segundo o modelo que segue.

 

Tínhamos interesse na sua colaboração.

Tínhamos interesse em que você colaborasse.

a)    Detectamos facilmente a existência de um erro.

b)    O corretor garantia a valorização do terreno.

c)    Preocupava-se com a fuga dos inimigos.

 

  1. 2. Classifique as orações substantivas abaixo em completiva nominal ou objetiva indireta.

a)    Aqui ninguém duvida de que marmota existe. (Rachel de Queiroz)

 

b)    Estava convencido de que todos os habitantes da cidade eram ruins. (Graciliano Ramos)

 

c)    Fabiano tinha a certeza de que não se acabaria tão cedo. (G. Ramos)

 

d)    Essas ocorrências servem para prevenir a população de que nunca estamos seguros no grandes centros urbanos.

 

e)    O lazer não deve estar restrito á idéia de que se possa viajar à praia ou ao campo durante as férias.

 

  1. 3. Classifique as orações substantivas abaixo em subjetiva ou objetiva direta.

a)    É verdade que parte da imprensa aumentou muito o noticiário acerca da delinqüência. (Folha de S. Paulo)

 

b)    Sabia eu que não tinha mais trança de moça no detrás daquelas paredes (...) (J. C. de Carvalho)

 

c)    Constava também que Aurélia tinha um tutor. ( J. Alencar)

 

d)    Aqui, não: sabe-se que cada um traz a sua alma. (M. de Assis)

 

e)    Sinhá Inácia que lhe diga se não chorei muito... (M. de Assis)

 

  1. 4. Classifique as orações substantivas abaixo:

a)    Tenho certeza de que aqui é o meu lugar. (Clarice Lispector)

 

b)    Ela não entendeu se ele se referia à hora ou a toda a vida  passada sem compreensão. (Drummond)

 

c)    Pareceu-me que o mundo se tinha despovoado. (G. Ramos)

 

d)    Karl Marx acreditava em que a barbárie era a ausência de socialismo. (J. da Tarde)

 

e)    A oposição salvadorenha tem consciência disso, que há uma diferença “fundamental” entre a Guarda Nacional de Somoza e as Forças Armadas de El Salvador como instituição. (Folha de S. Paulo)

 

f)     Pensei compreender por que os noivos se presenteiam. (C. Lispector)

 

g)    Mas até hoje não sei quem matou a irmã Geórgia. ( F. Sabino)

 

h)   Não tenho dúvida de quanto fui amado.

 

i)     Pergunto-lhe quantas horas são. (Drummond)

 

j)     Olha para todos os lados para descobrir de onde sai a voz. (L. F. Veríssimo)

 

k)    O vizinho Pires de Melo mandou saber se eu queria  barganhar a pele da onça. ( J. C.  Carvalho)

 

l)     A comadre viu que o vento se lhe ia tomando absolutamente contrário. (M. A de Almeida)

 

m)  Dizia-se que os feiticeiros iam celebrar ali os seus sortilégios em noite de São João. (F. Távora) 

 

n)   É evidente que ninguém pode condenar o governo por gastar dinheiro com saúde pública. ( J. Tarde)

o)    Afinal me convenci de que tudo aquilo eram tolices. (G. Ramos)

p)    É quase certo que Alexandre poderá ter o lugar de Lúcio no time.

q)    Vocês podem achar graça, mas não se esqueçam de que o cearense é um sujeito fino, prático.  (M. Palmério)

r)     É pouco provável que a economia brasileira caminhe para recessão como a dos anos 80.

s)    Não há dúvida de que Lucas conseguiu um bom negócio.

t)     Parecia que Luíza queria esfolar-se.

u)   A frase de White é o reconhecimento implícito de que uma revolução é de fato necessária em El Salvador. (Folha de S. Paulo)

v)    Desde os primórdios, sabemos que o homem é mortal.

w)    “Será necessário que vós vades para o deserto”.

x)    Vocês sabem se eles voltarão amanhã?

y)    Desejo que vocês viajem bem e descansem bastante.

z)    É necessário que tenhamos confiança no próximo.

próximo